Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Email

Blog por mail

Sociopata Carlos Alberto Melo

24.01.12
Golpe do ‘Amor’ pode ter sido praticado em outros Estados
A delegada pede para que as vítimas procurem a delegacia e prestem queixa contra o homem acusado de aplicar golpes com promessa de união familiar


Carlos Alberto pode ter praticado o golpe em outros Estados Foto: SSP
Um senhor com aparência de pai de família e uma conversa muito articulada. É dessa forma que a delegada Viviane Pessoa, da Delegacia Especial de Combate a Falsificação e Defraudações (DEFD) descreve o homem acusado de aplicar golpes em mulheres. A promessa de casamento e de partilhar uma vida a dois pode ter feito muitas vítimas.
A delegada conta que a polícia conseguiu prender Carlos Alberto Cardoso de Melo, de 53 anos, na manhã da última terça-feira, 30, após cerca de sete meses de investigação. Acusado de estelionatário, Carlos Alberto utilizava vários meio para encontrar suas vítimas. Segundo a delegada, as mulheres eram abordadas em igrejas, pontos de ônibus ou ainda encontradas via internet.

A delegada conta que as investigações foram iniciadas após uma mulher que é mãe de dois filhos


O homem diz que era somente amigo das mulheres Foto: Portal Infonet
menores ter procurado a delegacia desesperada porque tinha vendido a residência e o suposto namorado tinha desaparecido com todo dinheiro da venda do imóvel, cerca de R$ 15 mil. Nesse caso, Viviane Pessoa salienta que Carlos Alberto disse para a vítima que iria juntar com um dinheiro que ele iria receber e comprar um imóvel no bairro Jardins para morar com a mulher.
O que chamou a atenção durante a prisão do homem foi o vasto material encontrado com ele. Além de cartões de crédito, telefones celulares, cheques assinados com folhas em branco, diversas contas de lojas e despesas das vítimas, a
http://www.infonet.com.br/cidade/ler.asp?id=96836&titulo=noticias

Com a promessa de uma vida a dois o homem conseguia tirar bens e dinheiro das vítimas
polícia encontrou um caderno com dados das mulheres que podem ter sido vítimas do estelionatário.
“Foi encontrado essas anotações com mais de mil nomes de mulheres e telefones, além de livros de auto ajuda”, destaca a delegada.

Viviane Pessoa conta que a polícia investiga a participação de Carlos Alberto em crimes praticados em outros Estados como Ceará, Bahia, Alagoas e São Paulo. Para a polícia, Carlos Alberto negou os golpes e disse apenas que conhecia as mulheres citadas durante depoimento, mas que eram amigas e que gostava de conversar e aconselhar.

Com a divulgação da imagem do acusado a polícia espera que outras mulheres possam ir até a


Vários objetos das mulheres foram encontrados em poder do homem
delegacia e prestar queixa do acusado. “Espero que as mulheres rompam a vergonha e venham até a delegacia relatar se foram vitimas desse estelionatário”, afirma a delegada, salientando que a pena para este tipo de crime aumenta de acordo com o número de vítimas, para cada vítima de um ano a cinco anos de reclusão.
A polícia está trabalhando no levantamento da ficha de Carlos Alberto para saber se ele possui passagens por outros crimes.

 

Por Kátia Susanna

Autoria e outros dados (tags, etc)

Hits

drupal stats

googlr