Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Email

Blog por mail

Sociopata Douglas

24.01.12
http://blogs.estadao.com.br/jt-seguranca/golpista-seduzia-mulheres-pela-internet/


Oliveira, 27 anos, usava a internet para se aproximar de mulheres carentes (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Elvis Pereira

Douglas Coelho de Oliveira, de 27 anos, foi preso num shopping da zona oeste após ter enganado a namorada que conhecera pela internet. Ele tentou extorqui-la em US$ 74 mil. Outras três mulheres já procuraram o Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic) para denunciá-lo.

Oliveira e a vítima, uma profissional liberal paulistana de 32 anos, se conheceram em um site de relacionamentos em fevereiro deste ano. O estelionatário se apresentou como Maurício Coelho Kojoskowhitt Zimmernann, sobrenomes que seriam de mãe russa e pai alemão. Exibia porte físico e boa conversa, e simulava ser fiscal da Receita Federal. Ele dizia estar envolvido em denúncias de corrupção, por isso era impedido de ter movimentação bancária, além de ser tradutor.

No início do relacionamento, o estelionatário depositou na conta bancária da vítima um cheque de R$ 20 mil. Depois, pediu o cartão e a senha da namorada para movimentar o dinheiro. Gastou os R$ 20 mil e muito mais, zerando a conta da vítima. Além disso, nesse período, viajou para o Nordeste com a namorada, às custas dela. Submeteu-se a cirugias plásticas no rosto e no abdome, também pagas por ela. No fim, recebeu um Jetta, modelo de luxo da Volkswagen, cujo preço parte de R$ 79 mil, financiado pela namorada.

A família da vítima questionou o relacionamento. Desconfiada, a paulistana procurou o Deic no início do mês passado e descobriu que Maurício não existia. “Havia na internet páginas alertando que ele era estelionatário”, afirma o delegado Jan Plzak, do Deic.

A vítima tentou terminar o namoro, mas Oliveira criou uma história sobre uma dívida com a “máfia coreana”. Se o débito de US$ 74 mil não fosse quitado, os criminosos matariam algum familiar dela. De estelionato, o caso transformou-se em extorsão e o Deic orientou a paulistana a tentar diminuiu o valor.

Ela reduziu o preço para US$ 23 mil e combinou a entrega em um shopping no último dia 24. Ao pegar o dinheiro, Oliveira recebeu voz de prisão. Ele morava em Diadema, na região do ABC. Tem duas passagens pela polícia: uso de documento falso e falsidade ideológica. Afirmou ser tradutor, mas fala apenas português. O falso fiscal da Receita está preso no Centro de Detenção Provisória de Pinheiros (CDP), zona oeste da capital.

COMO ELE AGIA

- Oliveira, segundo o Deic, era articulado, alto e exibia bom porte físico. Procurava mulheres carentes em sites de relacionamento
- Nos quatro meses de namoro, gastou pelo menos R$ 20 mil da vítima, além dos presentes recebidos, entre eles um carro
- Quando ela cogitou terminar o relacionamento, o acusado tentou extorqui-la
- A polícia acredita que o cheque utilizado pelo rapaz no golpe seria fruto de outra vítima e tenta agora localizá-la
- Outras três mulheres estiveram no Deic após a prisão de Oliveira. Quem reconhecê-lo deve procurar a delegacia
- Para a polícia, mulheres devem evitar fornecer cartões e senhas em início de relacionamentos

Autoria e outros dados (tags, etc)

Hits

drupal stats

googlr